Visita ao Centro de Ciência Viva de Aveiro

No dia 15 de janeiro, os alunos do 8º ano rumaram a Aveiro, ao “Fábrica, Centro de Ciência Viva”.

A saída do colégio, pelas nove da manhã, anunciava-se fria, mas o espírito dos viajantes contradisse a temperatura ambiente, pois a alegria percorria-lhes os rostos.

Depois de uma viagem tranquila chegamos à cidade da luz, do sal e dos ovos-moles. No pátio do edifício do centro de ciência viva lanchámos e convivemos um pouco, pois chegamos com tempo. Alguns alunos ainda brincaram no parque antes de entrarmos para o “Show de Física Viva”. Esta atividade foi um espetáculo de luz, ondas, lazer, mecânica…um espetáculo em que os alunos puderam experimentar a física, senti-la, percebê-la, colocar dúvidas e mostrar conhecimentos. Os professores/dinamizadores ficaram muito admirados com os nossos alunos e elogiaram-nos. Este show é sem dúvida um ponto alto da visita.

Na exposição Mãos na massa, os alunos puderam fazer experiências, tocar nos objetos e descobrir enigmas difíceis. Mais uma vez, os alunos foram persistentes e muito curiosos e via-se que estavam mesmo a gostar daquilo tudo. Havia jogos para todos os gostos e ninguém se absteve de os experimentar.

Na exposição de robótica também a curiosidade dos alunos foi aguçada e satisfeita.

No laboratório especial, a cozinha, os alunos aprenderam muitas informações importantes sobre o cacau e o chocolate e fizeram uns deliciosos queques de cacau, uns com melhor aspeto do que outros, conforme o jeito, mas todos aprovados com distinção.

Por fim, um passeio pelas ruas de Aveiro e um almoço no Fórum culminaram uma visita de estudo realmente interessante, ativa e produtiva.

Ensinar é também abrir horizontes, observar os alunos noutros ambientes, ver do que são capazes para além das paredes da sala de aula. Ensinar é também conviver e ter um dia assim bem passado vale (muito) a pena.

15-01-2019

(Rosário Oliveira)

 

Sem comentários.

Deixar Comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com