Em memória da vítimas do Holocausto

NÓS NÃO ESQUECEMOS.

Quem salva uma vida salva o mundo inteiro (Talmude)

Este ano, na nossa biblioteca, lemos passagens de Primo Levi em “Se isto é um homem” e do Diário de Anne Frank . E recordámos os justos, aqueles que, como o grande Aristides de Sousa Mendes, puseram a sua carreira em risco, ousaram afrontar o regime, mas mostraram ao mundo o valor da vida e quão gratificante é preservá-la.

Sem comentários.

Deixar Comentário